O Massacre da Pistola de Pregos (1985)



É tipo assim um Doce Vingança, só que não. A mulher é violentada por vários homens de uma construção civil. Pouco tempo depois, um assassino começa a agir na região, matando pessoas com uma pistola que dispara pregos.

Nosso assassino tem uma silhueta nitidamente feminina, mas fala com voz de homem. Usa uma roupa camuflada, capacete de motoqueiro, um cilindro amarelo de ar comprimido nas costas e empunha a dita cuja pistola na mão direita.


Coincidentemente, cada vez que ele aborda um dos homens, o cara está fazendo sexo com uma parceira qualquer, o que rende sequências repletas de peitos siliconados e bundas brancas rebolando para a câmera
Filmes trash são produções de baixo orçamento, mas esse aqui é de baixa qualidade mesmo. Tudo, mas absolutamente tudo no filme é tosco. Até o carro do assassino é de um modelo surreal. As interpretações são sofríveis. A trilha sonora resume-se a efeitos que visam gerar tensão na cena, mas que, claro, não conseguem p**** nenhuma. Até as mulheres peladas são meia-boca.

E o filme é isso. O camuflado matando os caras no prego, o xerife procurando quem que está fazendo essa barbaridade toda, os caras transando com as barangas, aí chega o camuflado, mata o casal, depois chega o xerife, dá uma olhada, aí aparece outro casal, toma prego de novo e assim continua.

Nos finalmente, descobrimos quem é o verdadeiro assassino. Mas isso eu não vou falar porque senão estragaria a surpresa, não é? Afinal, eu quero que todos assistam à essa beleza.


O filme em si é uma palhaçada, mas as legendas... metade do show eu tenho que admitir que é mérito da legenda. Confesso que esqueci de ver que foi o mestre que legendou essa porcaria. Não, porque o cara é um mestre. “Brioco”, “chupa a minha vara”, “entra no carro, tetuda” entre outras pérolas, vai dizer que não é coisa de gênio! Tu dá rizada só de acompanhar as falas.

É uma boa pedida para domingos chuvosos, quando o cara já tá meio bêbado e engole qualquer coisa para passar o tempo.

Título Original: The Nail Gun Massacre
Diretor:  Bill Leslie, Terry Lofton
Roteiro: Terry Lofton 
Ano: 1985
Produção: Futuristic Films
País: EUA
Idioma: Inglês
Música: Whitey Thomas
Duração: 85 minutos
Tema: Trash/Horror

Elenco - Rocky Patterson (Doutor), Ron Queen (Xerife), Beau Leland (Bubba), Michelle Meyer (Linda), Sebrina Lawless (mãe), Joann Hazelbarth (Maxine)

Sinopse - Jovem mulher é estuprada por um bando de homens da construção civil, desencadeando uma série de assassinatos inspirados em vingança. 
Compartilhar no Google Plus

Autor Vanessa Duarte

Esta é uma breve descrição no bloco de autor sobre o autor. Editá-lo no html
    Blogger Comentarios

1 5:

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial