Chicken Park (1994)



Por muitos anos minha irmã não compreendeu o conceito de trash bom e trash ruim. Para ela todo o trash era a mesma coisa: uma grande porcaria. Pra mim, há o bom trash: com poucos recursos se faz uma obra criativa, divertida e original, e o trash ruim (vugo filminho) que mesmo que o cara nadasse na grana, teria ficado péssimo.

Chicken Park faz parte desse segundo grupo: aquele tipo de coisa que nem se fizer um remake milionário não iria prestar mesmo. Mediocridade é a palavra de ordem para esse título, que de tão ruim acaba ficando bom. Um “Jurassic Park de frangos”, e a história não poderia ser mais absurda. Galinhas geneticamente modificadas são mantidas em cativeiro numa determinada área (afinal, além de gigantes, também são carnívoras, claro).


Um homem tem um galo de briga (que quando cacareja parece um toque de celular) que é roubado, e levado para este parque, onde recebe uma ração “aditivada”. É esse alimento que faz com que os frangos fiquem gigantes e extremamente agressivos.

É muito comum na arte trash colocar os animais como feras incontroláveis, geralmente oriundos de algum experimento científico ou burrada de militar. Mas filmar galinhas com tomadas de baixo para cima, achando que vai dar impressão de gigantismo, aff, só podia ser na Itália mesmo...

Só a abertura já é uma bobagem, com imagens de galinhas em desenhos praticamente infantis imitando os personagens, e uma musiquinha de dar dó. De tempos em tempos o vocalista exclama "Chicken Park!!!! All Right!!!!" e minha irmã sempre repete "All Right o CARA*********!!!!!!" Pensa......


Em algumas cenas os frangos são reais, apenas se faz um jogo de câmeras para dar a impressão (forjadíssima) de tamanha maior, e em outras cenas, os frangos são fantoches (!!!), também filmados de baixo para cima. Não bastasse, o nome do cientista é Mister Egg. É, a vida é um cão de saia...

Eu tenho a versão original em italiano, o que deixa a coisa toda mais esquisita ainda. Chicken Park é tão ruim que virou um ícone, uma espécie de referência, do tipo "É, o filme é ruim, sim, mas não chega a ser um Chicken Park." E por aí vai.

Os personagens são patéticos, e a história sem pé nem cabeça, mas sou franca em dizer que eu adoro essa porcaria!!!!!. Mais uma pérola, pra quem não conhecia, sua vida irá mudar depois de assistir Chicken Park (e não será pra melhor hehehe).

Título Original: Chicken Park
Direção: Jerry Calà
Roteiro: Gino Capone, Galliano Juso
Música: Giovanni Nuti, Umberto Smaila 
País: Itália
Ano: 1994
Duração: 97 Minutos
Estúdio: Metrofilm

Elenco - Jerry Calà (Vladimiro), Lawrence Steven (Dr. Eggs), Demetra Hampton (Sigourney), Rossy de Palma (Necrophelia Addams), Allesia Marcuzzi (aeromoça tarada), Paolo Paoloni (cientista)

Sinopse – Vladimiro (Jerry Calà) vai a República Dominicana participar de uma briga de galos. Seu galo é roubado, sendo levado para um parque de pesquisas, mantido pelos militares, onde as galinhas são transformadas em criaturas gigantes sedentas por sangue. Tem pra vender até no Mercado Livre. Eu mereço.....
Compartilhar no Google Plus

Autor Vanessa Duarte

Esta é uma breve descrição no bloco de autor sobre o autor. Editá-lo no html
    Blogger Comentarios

7 5:

  1. é engraçado de mais bicho.

    gostei desse filme

    ResponderExcluir
  2. Nota 4 pra essa esculhambação??? Isso deveria ter nota -0.5! E o que é aquela abertura com desenho animado? E a musiquinha ALL RIGHT? Muito ruim. Mas muito ruim mesmo!

    ResponderExcluir
  3. iiiihhhh Fernanda, se entregou falando da música....

    ResponderExcluir
  4. na minha opinião o pior é o cacarejo do galo...

    ResponderExcluir
  5. N conseguir para de rir com este filme, é tão ruim TAO RUUUIIIMMMMMM q nem sei como explicar... nossa .... soh de lembrar ja me da uma coisa estranha hasuhsuhausush

    ResponderExcluir

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial